Multiplex Easy Star II

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

 Easy Star II – Review

Não lembro quando foi a primeira vez que vi uma foto do pequeno motoplanador Easy Star, da Multiplex. Só sei que foi amor à primeira vista. A inusitada configuração do posicionamento do  motor, o grande espaço interno, a robustez da construção e seu estilo foram os fatores responsáveis.

Alem disso, como a colina onde voamos tem uma área de pouso restrita. Na verdade, diria bem restrita e cheia de pedras e outros obstáculos, esse pequeno modelo me pareceu bastante apropriado para nossos voos recreativos nos fins de semana.

O primeiro que tive foi um daqueles que as asas e o estabilizador horizontal eram da cor azul claro. Para mim a mais bonita de todas as versões. Depois adquiri mais dois da versão com as asas na cor cinza. Um deles ainda sobrevive, coitado, após inúmeras pancadas.

Por fim, há alguns dias comprei uma unidade da geração II desse ícone do aeromodelismo que agora conta com diversas melhorias em relação as versões anteriores,como veremos adiante.

Faço aqui uma pausa, já que citei que o Easy Star é um ícone. Hoje há inúmeras cópias desse bem sucedido projeto. A começar pelo mais famoso de todos que é o Bixler da Hobby King. Além desse, há modelos com o mesmo desenho e configurados para o uso em FPV (First-Person View, segundo a Wikipedia) e outras utilidades. Prova de que o projeto da Multiplex foi acertado.

ABRINDO A CAIXA

Ao chegar à portaria do condomínio, vindo do trabalho, lá estava a caixa. O porteiro falou: “É grande, mas bem leve, parece que não tem nada dentro!”. 

DSC 0038

Chegou tudo bem embalado, sem amassados!

DSC 0041

Além das peças em Elapor, há saquinhos separados para peças relativas à helice retrátil, horns e links e o canopy do compartimento do motor.

 

COMPARANDO COM A VERSÃO ANTERIOR

Logo que desembalei o presente corri para comparar com a versão anterior que ainda tenho. Facilmente se percebe que o nivel de acabamento melhorou. A superfície do material utilizado, o Elapor, é mais lisa. Não tem as marcas de fabricação que se via na antiga versão.

O modelo tem a fuselagem mais alongada. Outra característa é a hélice retrátil e a nova instalação para o motor. Aliás, por falar em motor, bem que a Muliplex poderia incluir o motor no kit. Aumentaria um pouco o preço, mas acredito que o acréscimo valeria a pena.

DSC 0048

Aparentemente as asas são as mesmas. Se houve modificações no perfil aerodinâmico não é possivel perceber numa simples comparação a olho nú.

Outra novidade é a opção de ailerons. Porém, caso não queria usá-los basta não fazer os cortes nas laterias para liberá-los. O modelo voa perfeitamente somente com leme e profundor, como sempre foi.

 

DSC 0045

Aqui é possivel notar o maior espaço interno e como o nariz da nova versão é bem mais alongado.

 

A altura da fuselagem é a mesma para os dois modelos, porém, com o nariz mais alongado, acredito que a nova versão deve ter menos arrasto aerodinâmico.

 

DSC 0043

Colocando-se as duas fuselagens lado a lado é possível ver que o braço de cauda está um pouco maior, assim como a área do leme. 

 

MONTAGEM

 DSC 0055

“Jogando” tudo em cima da mesa para começar!

 Mesmo já tendo montado tres modelos anteriormente, li o manual antes de começar, para não fazer bobagem. Afinal, essa versão tem inovações com relação a primeira. 

 

 

DSC 0056

Nota-se as diferenças na área da fuselagem que abriga os servos de profundor e leme e na parte de instalação do motor. Há tambem locais  para reforços  estruturais. A sequencia de montagem requer que se prepare as duas partes da fuselagem antes de uní-las.

 

DSC 0057

Aqui, um close na peça plástica que suporta o encaixe da extensão de aileron. Excelente solução para deixar tudo arrumando no cockpit e fácil de encaixar na montagem. O único senão é no caso de necessidade de substituição da extensão.

 DSC 0077

 As peças já instaladas nas duas metades da fuselagem.

 

DSC 0058

Aqui é possivel notar o reforço estrutural na parte de baixo no nariz e na lateral também (áreas circuladas em vermelho). Esse reforço é feito com o mesmo tipo de tubo plástico mais grosso que se utiliza para passar os comandos de leme e profundor. O kit traz um tubo a mais que deve ser cortado em vários pedaços com medidas determinadas para utilização nesses reforços.

 

DSC 0059

 Detalhe da cauda com o mecanismo de trava e liberação do conjunto estabilizador horizontal e leme. Note o tubo de reforço na parte de baixo da fuselagem que vai até a cauda.

 

DSC 0063

Conjunto de cauda com horn já colado.

 

DSC 0076

Soltando os ailerons.

 

DSC 0085

Asa pronta, com ailerons montados.

 

DSC 0060

As duas partes da fuselagem prontas para sere unidas. Colei as extenções de servos com fita crepe por dentro, para facilitar o trabalho de colar a fuselagem.

 

DSC 0065

A fuse já colada e com o canopy e estabilizador no lugar para ver como fica!

 

 DSC 0074

Close da asa da versão anterior do Easy tentando mostrar a superfície mais aspera e com um acabamento menos apurado. A superficie de todo o modelo da versão atual é de acabamento liso, proporcionando menos arrasto parasita. Excelente evolução. Comentarei o efeito disso mais a frente nesse texto.

 

 

 DSC 0068

A hélice já montada. Há uma anel de borracha que auxilia as pás a se dobrarem para trás.

 

 

DSC 0079

Mostrando detalhe da nova entrada de ar para refrigerar o motor.

 

 

DSC 0082

Solução interessante para cobrir os casulos onde ficam os servos de profundor e leme.

 

 

DSC 0086

Motor e hélice instalados. O espaço para o motor é bem generoso.

 

DSC 0089

Fabricando uma extensão para ligar o motor ao ESC. A intenção é deixar o ESC bem a frente, facilitando a troca , se necessário.

 

Essa geração do Easy tem um grande avanço em relação a instalação do motor. Na geração anterior a extensão ficava presa ao modelo sem a possibilidade de ser retirada, caso necessário.

DSC 0090

Extensão do ESC instalada.

 

DSC 0163

Modelo montado e ao lado do seu irmão mais velho.

 

FICHA TÉCNICA

Dados fornecidos pelo fabricante

Wingspan:

54 in (1366mm)

Wing Area:

435 sq. in. (approx. 28 dm²)

Wing Loading:

8.28 oz/sq ft. (25 g/dm²)

Overall Length:

38.5 in (977mm)

Weight:

25 oz. (approx. 700g)

Control Functions:

Elevator / Rudder/ Throttle

Optional Control Functions:

Aileron

Flight Characteristics:

Trainer

Target User:

Beginner / Intermediate

Radio System (# of Channels / Hitec Equivalent):

5 Channels /Flash 7 or Higher

Servos:

2 xHS-55

Brushless Motor (Size / KV Range):

2830 / 1100

Speed Control:

Energy Sport 20 amp

Propeller:

7 x 6 in. / Folding Prop

Battery:

3S - 3200

Receiver:

5-Channel

 

Meu setup

Motor: 2826/10, 1400 kv

ESC: 30 A

Servos: 4 servos de 9 gramas

Bateria: 1300 mAh

Apesar de meu setup ter um motor menos potente que o recomendado pelo fabricante, o modelo voa muito bem, sobe rápido para um planador e é adequado para esse uso.

 

 

CONCLUSÃO

A montagem do Easy Segunda Geração é facilitada com as modificações introduzidas pelo fabricante. O modelo tem uma melhor construção e acabamento. Também tem mais reforços na fuselagem e a facilidade de desmonstagem do conjunto estabilizador horizontal e profundor, o que facilita o transporte.

Em voo o modelo se mostrou tão dócil e ágil como a versão anterior. Porém, o modelo tem tendência a estolar em curvas mais fechadas se o piloto não for cuidadoso. Em razão desse aspecto, exige um pouco mais de experiência do piloto se for montado com ailerons. Se você é um iniciante, acoselho que não utilize os ailerons logo de início.

É notável o ganho de velocidade em planeio em relação a versão anterior. O modelo, em razão das melhorias aerodinâmicas, tem uma melhor penetração. A razão de planeio, sem dúvida, deve ser maior.

Acho que os ailerons fizeram bem ao modelo, acresentaram a possibilidade de voo coordenado com leme, permitindo curvas mais fechadas , glissadas e outras manobras. Além disso, é interessante para o iniciante um modelo com ailerons e leme, pois permitem aprender o voo coordenado.

Na encosta, o Easy II é simplesmente uma delicia de se voar, ele se desloca rapidamente e você pode explorar todo o espaço a frente em busca de térmicas quase sem perder altura. O modelo tem velocidade suficiente para permitir manobras e voos mais apimentados aproveitando ventos fortes próximo a encosta.

Enfim, um ótimo modelo, como sempre foi, dentro da sua proposta. Agora conta com um acabamento melhor, está mais bonito e melhorou na qualidade de fabricação em relação aos concorrentes.

Informações Adicionais