Motoplanador Floater-jet em EPO

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Hoje recebi via correios o motoplanador (sei que não é bem um planador, antes que os mais puristas se manifestem) denominado Floater-Jet pela HobbyKing. Digo por esta última, pois nos adesivos tem-se outro nome.
O modelo (envergadura de 1290 mm) vem muito bem embalado em uma caixa de papelão resistente. Chegou sem nenhum amasso ou vinco.
Todas as partes vêm presas em um suporte de papelão dentro da caixa.
A comparação natural que se faz é com o EasyStar da Multiplex. Tenho um desses também. A primeira impressão é que o Floater é menor e mais frágil. Porém, com acabamento bem melhor. Frente ao Floater, o Multiplex é um produto de acabamento grosseiro. O material do Floater chama-se EPO e tem a superfície com acabamento liso, assemelhando-se a um tipo de plástico. No Easy Star o acabamento do EPP é semelhante a isopor.
Todos os adesivos já vêm colados e a fuselagem montada e com um motor brushless já instalado. O trabalho é colar o conjunto de cauda, os horns, e colocar a eletrônica.
As soluções construtivas me parecem baseadas no Multiplex; por exemplo, como os encaixes do conjunto de cauda e o local de encaixe da baioneta de fibra de carbono.
Uma característica interessante é que o floater dispõe de ailerons.
Preço: Paguei U$$ 106,00 + R$ 50,00 na retirada.

MONTAGEM
Apesar de vir quase todo montado o modelo ainda exige algumas tarefas. Existe um livreto com figuras, quem nem de longe chega a ser um manual para auxiliar na montagem. Um usuário sem experiência, certamente terá alguma dificuldade. O kit traz uma cola de contato que utilizei para colar as peças, pois não sei se esse material suporta colas tipo cianoacrilato. A cola de contato é bem forte, cola bem e é fácil de aplicar. É necessário soldar os terminais do motor, colar o conjunto de cauda e as peças que suportam a baioneta da asa. O kit traz um tipo de horn de encaixe muito fácil de utilizar e que dispensa colagem. Montei todo o kit duas horas de trabalho. Incluíndo aí a colocação dos servos. Não passei o fio dos servos por dentro da peça que sustenta a baioneta, como sugerido, pois em caso de quebra do servo, seria necessário cortar a asa para retirada. Preferi colar com fita na superfície inferior da asa mesmo. Quanto aos servos de leme e profundor, eu os colei com a cola de contato que vem no kit, pois não “vi” outra forma de mante-los firme. No final é uma montagem fácil para quem tem um pouco de experiência e fica com um excelente acabamento. Não tem, por exemplo, os servos por fora, como o Multiplex.

O VOO
Excelente em vôo. Muito limpo e estável. Digo limpo no sentido aerodinâmico; sente-se que o modelo voa rápido e tem pouco arrasto aerodinâmico. Plana razoavelmente bem para um modelo pequeno e motorizado. Apesar do Easy Star ter uma envergadura um pouco maior, tenho a impressão (pois só fiz um vôo até agora) que o planeio do Floater é melhor. O fato de ter ailerons, ajuda muito nas curvas de raio menor. O modelo, com o centro de massa localizado na posição da baioneta, acusa térmicas com facilidade.

CONCLUSÃO
Fazendo-se a comparação natural entre esse modelo e o Easy Star e levando-se em conta os fatores: acabamento, facilidade de montagem, construção do modelo e performance em voo, fico com o Floater sem dúvida alguma.

Autor: Josenilson Veras

Ao passo que for obtendo mais impressões, postarei aqui.

resized 100 2483

resized 100 2485

resized 100 2487

resized 100 2492

resized 100 2504

resized 100 2508

Informações Adicionais