Voando com os amigos no Morro da Capelinha

User Rating:  / 1
PoorBest 

Já fazia algum tempo a turma não se reunia para curtir um voo na encosta do Morro da Capelinha. No primeiro domingo desse seco mês de agosto de 2016 resolvemos subir o morro e tentar voar. Digo tentar, pois o vento estava soprando fraco e invertido em relação à encosta que costumamos usar.

Passei na casa do Caio e lá fomos nós. Chegamos no morro por volta das 15h, em seguida chegou o Alessandro, que estava dando o ar da graça em Planaltina, logo depois o Junior Rabelo e já por último o Ivo nos brindou com sua presença.

O Caio estava voando uma de suas incríveis construções com material alternativo; tratava-se de um planador de aproximadamente dois metros de envergadura e com um pod em cima da asa suportando um motor elétrico. O conjunto ficou muito bom, apesar de um pouco pesado.

O Jr veio de Bixler, planador ao estilo Esay Star, da Multiplex, porém com a motorização bem mais potente. Voa bem e é polivalente.

Alessandro atacou com o velho motoplanador projetado e construído pelo Haroldinho Matos. Um modelo barato, versátil e de boa sustentação para a encosta. Esse modelo especificamente, voa no mínimo a uns oito anos!

O Ivo foi de Easy Star. Planador que dispensa apresentações. Excelente conceito desenvolvido pela Multiplex e que criou praticamente uma classe de modelos. Hoje em dia vários fabricantes mundo afora produzem algo utilizando a mesma receita de sucesso. Vide o citado Bixler.

Eu voei inicialmente com uma asa termal que desenvolvi. Ou melhor, tentei voar. Acontece que refiz a pequena fuselagem da asa, mas me esqueci de marcar com precisão a posição do centro de gravidade, após ter realizado todos os ajustes ainda com a antiga fuselagem. Como sabemos as asas voadoras são naturalmente instáveis. Voam bem somente com o balanceamento de massa precisamente ajustado. Mesmo assim tentei alguns arremessos para ajustar o conjunto e pensando que havia encontrado o balanceamento ideal, fui para um voo alto. Após desligar o motor e vir em planeio, o modelo entrou em parafuso até o chão. Tentei cabrar, mas agora reflito que essa era a pior atitude, deveria ter deixado o modelo voar, pois poderia acelerar novamente e recuperar o voo. O resultado foi a fuselagem, que deu tanto trabalho para ser feita, quebrada em vários pedaços. Paciência! Construir aeromodelos de forma experimental tem dessas coisas. Botei a viola no saco e fui voar de Fling 2m motorizado.

         Como falei anteriormente, chegamos ao morro pensando que o dia não prometia muito. Porém, para nosso deleite, havia muitas térmicas. Saíamos da encosta com motor e não muito distante encontrávamos quase sempre uma térmica se formando. O melhor de tudo é que eram bem fortes, largas, que permitiam bastante sustentação. A tarde prometia.

         Em dado momento decolamos eu, o Jr e o Caio e conseguimos encaixar em uma dessas termais fortes. Que maravilha. Subimos, subimos e subimos...até mais do que meu olhos poderiam distinguir o modelo. Comecei a não ver mais o Fling 2m e controlava-me para não entrar em pânico. Ainda bem que o Alessandro não estava voando e veio me ajudar. Não é que o cara tem olho de lince e conseguiu trazer o modelo de volta à segurança?! Agradecimentos sem fim, amigo. Desejo que Éolo lhe retribua com muitas térmicas nos seus voos.

         A turma se divertia lançando com motor e usando o estacionamento onde estávamos para pousar. A condição estava tão boa que o Alessandro fez um excelente voo no Flinguinho lançando no braço e encaixando na termal. Sensacional! Vejam o esse lançamento no vídeo que pode ser acessado pelo link ao final desse texto.

         Algo que aprendemos foi que em dia de ventos fracos é possível pousar no estacionamento vindo da encosta oeste. Confira também os pousos no vídeo abaixo e divirta-se.

         Enfim, uma alegre tarde de domingo, reencontrando os amigos e as correntes quentes ascendentes.

         O dia terminou com um lindo por do sol. Vejam as fotos e o vídeo.

https://youtu.be/-8LlPHbO-hA

https://plus.google.com/photos/111690470301968376934/albums/6319838857419588993

Additional information